terça-feira, 16 de outubro de 2007

TAMBÉM HÁ ALDEIAS PARA ALÉM DA CIDADE



Estes dias li numa destas pesquisas que costumo fazer nos outros blogues e li um comentário em que dizia que o Mesquita Machado (MM) só era eleito por causa das pessoas das aldeias mais afastadas da cidade, até posso concordar com isso mas não totalmente, (MM) se faz isso é estratégia dele e isso não há nada a fazer, mas uma coisa não se esqueçam que Braga é constituida por outras freguesias sem ser as da cidade, e que acerca de quinze ou vinte anos só tinham caminhos de cabras, não tinham saneamento, água canalizada eram poucas a freguesias as que tinham e pouco mais, o Sr. Eng.(MM) viu nisso uma arma para ser eleito por muitos mandatos, os habitantes dessas freguesia queriam melhores condições de vida e o (MM) deu a essas pessoas melhores condições de vida, mas atenção o Eng. não deu nada do bolso dele, mas as gentes vêem obra feita e que pensam vamos votar neste Sr. que ele é que faz alguma coisa pelas nossas gentes, mas agora podem ir a essas zonas e dizem sim senhor isto aqui está muito bonito, haviam de ter passado á vinte anos e logo viam, o que aquilo era...

Lembrem se que á aldeias, gentes nessas aldeias, não animais a pastar no monte.

Mas também vos digo está na hora de mudar, sangue novo precisa se.

5 comentários:

César Gomes disse...

Braga precisa de uma revolução de fundo. Mas uma mudança na CMB já é bom.
Eu nasci e vivo nessas aldeias de Braga. Só tenho pena de que parte dos bracarenses da cidade não saibam da existência da minha aldeia.
Aldeia criada há mais de mil anos em Braga. E houve anos em que o rei a passou para o concelho/comarca de Barcelos. Mas nós descontentes, nunca paramos de reivindicar a re-introdução no concelho de Braga, que alguns anos depois se concretizou.

Não é preciso recuar muito, há 20 anos atrás as ruas (caminhos) aqui eram em terra batida. Existiam 2 automóveis no Lugar onde habitam os meus pais. Mas o MM em vez de urbanizar em condições a aldeia, limitou-se a emparelelar o caminho de vacas. Criando o pior urbanismo/alinhamento que existe. Mas na maioria os habitantes, na sua ignorância, estão contentes.
O MM ganha à custa dos cidadãos ignorantes ou também designados por provincianos.
Mas convém lembrar que o MM obteve menos de 30.000 votos num universo de mais de 120.000 eleitores.
Algo está mal!

Sérgio Gonçalves disse...

Se não for pedir muito pergunto ao César Gomes que freguesia mora?
Eu sou de Esporões.

Pedro Menezes Simoes disse...

Sérgio: copiou um comentário com péssimo português... convém corrigir antes de postar...

Quanto ao post, este mostra uma coisa interessante: as pessoas votam mais pelas obras passadas (anteriores ao último mandato) do que potencial futuro de melhoria.

Ainda assim, parece-me de alguma ingenuidade pensar que MM só é eleito com esses votos. Talvez seja eleito com esses votos + os votos dos eleitores fiéis ao PS.

http://norteamos.blogspot.com

Sérgio Gonçalves disse...

Pedro o texto é meu não copiei de lado nenhum, quanto aos erros, admito sim são meus, também concordo que só com esses votos o mesquita não ganha mas que dá uma grande ajuda lá isso dá.

Anónimo disse...

Prezado César,
Sou brasileira, mas filha de Portugueses da aldeia de Medeiros, Freguesia da Chã, Concelho de Montalegre.Descobri a pouco que tenho um avô que é da Aldeia de MARUFE.Fui num dicionário Português e achei o seguinte: MARUFE-Freguesia na Provincia entre o Douro e Minho, Arcebispado de Braga.
O senhor conhece essa aldeia?
Por favor me ajude, pois estou fazendo um estudo sobre as minhas raizes e tal informação e de vital importância para minha pesquisa.
Desde já agradeço.
NÁDIA CASTRO CRUZ
e-mail: aidan21@globo.com

o mundo da blogosfera


ARQUITECTURA - Arqblog § A barriga de um Arquitecto § Atwarchitecture § Land 4us § O Despropósito § Palavras da Arquitectura § Posthabitat § Sapatos Vermelhos § Um Sitio FILATELIA - Adiafa Filatelia § Atms Portugal § Design e Filatelia § Filatelia Cubense § Filatelia e Gastronomia § Filatelicamente Centro § Marcas e Selos § Núcleo de Filatelia de Faro § Mundo Filatélico § Selos e Cartas FOTOGRAFIA - Momentos e Olhares § Imagenário § O Elogio da Sombra § Lusitanicus § Fotoben § .Blog § Arte Fotográfica § Da Janela § Arte Photographica § Grifo Planante § Um Olhar Sobre... LIVROS - Bibliotecário de Babel § Bibliotecas em Portugal § Balcão de Biblioteca § Da Literatura OPINIÃO -31 da Armada § 100 Nada § 5 Dias § A Aba de Heisenberg § A Curva da Estrada § A Máfia Portuguesa § A Barbearia do Senhor Luís § A Toupeira § A Voz do Povo § Abrupto § Adufe § Aguarelas Portuguesas § Amor e Ócio § Anarca Constipado § Arcadia § Arrastão § Aspirina b § Atlântico § Avesso do avesso § Bandeira ao Vento § Bairro do Amor 2 § Baixa Autoridade § Bananas da República § Bandeira ao Vento § Bicho Carpinteiro § Blogo Existo § Blogo Social Português § BloGotinha § Blue Lounge Cafe § Boa Sociedade § Bode Expiatório § Briteiros § Blasfémias § Blogue de Letras, Artes e Ideias § B-site § Bicho Carpinteiro § Berra-boi § Bitaites § Bidão Vil § Blue! § Blog Operatório § Blogaria Pegada § Bomba Inteligente § Blue Lounge § Blue Moleskin § Breviário das Coisas Breves § Blogue dos Marretas § Caixa de Pregos § Caminhos da Memória § Cantigueiro § Causa Nossa § Clube dos Pensadores § Corta Fitas § Câmara Corporativa § Câmara dos Comuns § Cão com Pulgas § Cacaoccino § Cheiro a Pólvora § Cachimbo de Magritte § Cão de Guarda § Cibertulia § Cinco Dias § Claras em Castelo § Coisas como elas são § ContraFactos § Coreia do Norte § Crítico § Crónicas da Terra § Crónicas do Professor Ferrão § Crónicas de Campanha § Coisas do Antigamente § Desesperada Esperança § Devaneios § Delito de Opinião § Diário da Barafunda § Dias que voam § Do Portugal profundo § Entre as Brumas da Memória § E Deus criou a Mulher § É tudo gente morta § Entre Deus e o Diabo § Escrita em dia § Erecções 2009 § Esquerda Republicana § Etceteras entre Tempos § Espelho Mágico § Fábrica Sombria § Filosofia de Curral § Fora dos Eixos § Filinto Melo § Foram-se os anéis § Fórum Comunitário § French Kissin'Frenesi § Forja de Palavras § Galo Verde § Geração Rasca § Governo Sombra § Gravidade intermédia § Grande loja do Queijo Limiano § Hoje há conquilhas amanhã não sabemos § Há Vida em Markl § Incontinentes Verbais § Ilhas § Imprensa Falsa § In a Lonely Place § Indústrias Culturais § Infinito Pessoal § Irmão Lúcia § Jugular § Jornalismo e Comunicação § Jazza-me muito § Kontrastes § Klepsydra § Kontratempos § Ladrões de Bicicletas § La Force des Choses § Ladrões de Bicicletas § Lâmpada Mágica § Lauro António Apresenta § Lei Seca § Léxico Familiar § Linha do Horizonte § Lilás com Gengibre § Linha dos Nodos § Local & Blogal § Lóbi do Chá § Loja de Ideias § Loucos de Lisboa § Ma-schamba § Machina Speculatrix § Malaposta § Manchas § Mania dos Quadradinhos § Mar Salgado § Margens de Erro § Melancómico § Meditação na Pastelaria § Mel com Cicuta § Memória Virtual § Miniscente § More all of me § Meninas e Moças, Cachopas e Gaijas § Mme Mean § Nu Singular § Nunca Mais § O Carmo e a Trindade § O Canhoto § O Diplomata § O País Relativo § O Regabofe § Orgia Literária § Papéis de Alexandria § Pedra do Homem § Ponto Media § Porta do Vento § Poço dos Negros § Rua da Judiaria § Ruas dos Bragas, 223 § Rui Zink § Sempre a Produzir § Sete Vidas como os Gatos § Somos Portugueses § The Sound of Silence § Tomar Partido § Umblogsobrekleist § Vida das Coisas § Vidro Duplo § Wehavekaosinthegarden § Zero de conduta §